Dia 02 – De Rosário do Sul à Salta

     Saímos de Rosário do Sul às 8:00 porque o nosso dia seria bastante puxado. Após uma parada para o café seguimos viagem até a fronteira. Chegando em Uruguaiana atravessamos a ponte da amizade e chegamos à Paso de los Libres. A saída do Brasil e entrada na Argentina são feitas no mesmo prédio, após passar pela polícia com o carro, deixa-se o mesmo num estacionamento à direita e segue-se para um prédio à esquerda. Primeiro entramos na parte Brasileira para carimbar a saída do Brasil. Depois pegamos um formulário, preenchemos e passamos na parte Argentina, onde entregamos os formulários e mostramos passaportes ( ou identidade) e documento do carro. O trâmite todo levou menos de 30minutos.

     De Paso de los Libres seguimos por várias rutas conforme mapa abaixo:

     A estrada em geral é bo nesse trecho todo são cidades grandes apenas Corrientes e Resistencia. As demais são cidadezinhas pequenas com pouca ou nenhuma infraestrutura. A nossa intenção era pernoitar em algum ponto do trecho após Resistencia mas pela precariedade dos lugarejos , decidimos ir até Salta nesse mesmo dia.

     A Argentina está sofrendo sérios problemas de falta de nafta ( gasolina) então tivemos alguma dificuldade em conseguir abastecer no meio do caminho. Abastecemos em Monte Quemado e fomos alertados à cuidar dos buracos no próximo trecho.  De Monte Quemado à Taco Pozo o asfalto está bastante remendado e a atenção deve ser dobrada, ainda mais à noite. Além disso existem muitos animais próximos à estrada que podem se atravessar do nada. Esse último trecho até Salta foi cansativo e exigiu uma super atenção de nós dois. além dos problemas acima citados, as extensas retas nos dão impressões erradas sobre a movimentação dos veículos na direção oposta. Parece que sempre estão super perto.

     Chegamos em Salta às 3:00, exaustos mas a “Gertrudes”, nossa fiel escudeira GPS, nos encaminhou direitinho até o Hotel Alemeria que por sorte tinha quarto disponível para aquela noite.

     Um GPS é indispensável para esse tipo de viagem e quebra muitos galhos. Mas as vezes é necessário um mapa impresso, que dá direções mais precisas. O site ruta 0 nos ajudou também bastante para definir o roteiro.

    O dia foi super cansativo mas permitiu um dia seguinte mais light. Mas isso já é assunto para o próximo post.

     Até lá

     Claudia & Marcos

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s